Fiança locatícia é o produto de seguros que ocupa o lugar do fiador no aluguel de um imóvel. Ou seja, ao contratar o seguro fiança locatícia, o inquilino utiliza a seguradora como uma garantia.

Assim, o proprietário do imóvel não sofrerá os danos ou prejuízos, caso haja inadimplência no aluguel, condomínio ou IPTU.

O seguro fiança é regulado por uma série de legislações, dentre elas a Lei do Inquilinato.

Portanto, o seguro fiança é uma excelente alternativa para os locatários que, na maioria das vezes, tem pressa de fechar o aluguel do imóvel.

E também é uma boa opção para os locadores, pelo mesmo motivo. Eles tem pressa e não querem perder a oportunidade de alugar sua residência ou ponto comercial. E assim, conseguir uma renda extra.

A fiança locatícia apresenta vantagens tanto para os inquilinos quanto para os proprietários.

Por outro lado, as companhias seguradoras possuem um processo de cotação do seguro fiança ainda um pouco lento. E alem disso, é exigida uma série de documentos para que a cotação seja realizada.

Isso em geral atrasa bastante o fechamento das locações dos imóveis. Pois após toda a negociação final do valor do preço, ainda é preciso aguardar o inquilino juntar toda a documentação. E somente após isso feito, os documentos para cotação do seguro fiança são enviados para a seguradora.

Contudo, o objetivo principal desse artigo não é tratar dessa morosidade de contratação da fiança locatícia. Ou complexidade do processo de cotação do seguro fiança.

Nosso objetivo com esse artigo é chamar a atenção à exposição que o inquilino pode ter, muitas vezes desnecessariamente. Pois a documentação do seguro  fiança que é exigida pela seguradora contem muitas informações bastante confidenciais do inquilino.

Por que é preciso apresentar a documentação da fiança locatícia?

Essa é uma pergunta primária e que pode parecer óbvia, certo?

Errado!

Acreditamos que e é importante entender um pouco da fiança locatícia. E estamos falando de entender realmente o conceito da fiança.  Para que possamos fazer um paralelo e entender a documentação solicitada pelas corretoras de seguros durante o processo de cotação do seguro fiança.

Então, a fiança locatícia é um produto em que a seguradora contratada assume o papel de fiador. Ou seja, se você é um inquilino e contrata um seguro fiança, então a seguradora assume um compromisso de pagar o aluguel caso você não pague.

Percebeu a pegadinha?

É o inquilino que contrata e paga a fiança do aluguel. Entretanto, o beneficiário é o proprietário, na falta do inquino.

Pronto, agora ficou fácil entender a lógica do seguro fiança. No fundo, a seguradora aceita assumir o seu compromisso de pagamento, caso você não pague.

Portanto, obviamente a empresa de seguros vai exigir uma série de documentos para tentar adivinhar ou prever o risco que ela está assumindo em um contrato de fiança locatícia.

E o risco que a seguradora assume na fiança locatícia é o inquilino não pagar o aluguel.

Quais são os documentos que as seguradoras exigem na contratação de uma fiança locatícia?

Já vimos anteriormente neste artigo que a documentação exigida pela seguradora está associada a uma estratégia visando minimizar o risco de inadimplência ou calote do inquilino. Dessa forma, faz todo sentido que a seguradora queira entender tudo de sua vida financeira.

Por isso, o principal documento e que é sempre solicitado para a cotação da fiança locatícia é a declaração de imposto de renda. A declaração do IR traz toda sua movimentação financeira dos últimos dois anos.

Com base nessas informações do IR, a seguradora vai conhecer todos os seus bens e direitos, ou seja, quanto você tem de aplicações no banco ou em outros investimentos. E terá também acesso a suas dívidas com terceiros.

A seguradora vai poder também confirmar sua renda média nos últimos 2 anos. E quais são suas fontes de renda.

Os demais documentos a serem solicitados vai variar conforme sua ocupação profissional ou tipo de remuneração.

Por exemplo, se você for um empregado CLT, ou seja, contratado por uma empresa através da modalidade CLT, então vai precisar apresentar o contra-cheque dos últimos três meses. Mais uma vez isso é uma forma de entender sua capacidade financeira para contratar o imóvel.

Alguns sites funcionam como um marketplace de seguro especializado em seguro fiança e disponibilizam a documentação necessária para a cotação do seguro fiança online. Assim. o inquilino pode pesquisar tudo antes inclusive de perder tempo com contatos com diversas seguradoras ou corretoras de seguros.

Em geral, as seguradoras aceitam para a fiança locatícia apenas os inquilinos que possuem renda três vezes maior do que o valor do aluguel. E costumam recusar sumariamente quem tem dívidas com parcelas pendentes.

Outra documentação que é solicitada são os recibos dos alugueis anteriores pagos, no caso de quem já more em um imóvel alugado. E no caso de imóveis a serem contratados por pessoas jurídicas, as seguradoras solicitam também o estatuto social e os últimos balanços patrimoniais da empresa.

Antes de enviar os documentos, o ideal é simular o seguro fiança

Já vimos nos parágrafos acima que o por que é solicitado tantos documentos para a contratação do seguro fiança. E vimos também que essa documentação naturalmente traz toda a vida financeira do inquino.

Então agora chegamos na recomendação central desse artigo.

Procure simular o valor do seguro fiança antes de enviar a documentação para a cotação da fiança locatícia.

E depois de toda essa introdução, os motivos ficam bem óbvios. Contudo, vamos trazer eles detalhadamente aqui para vocês.

Simular o seguro fiança locatícia é fácil e rápido.

Isso é 100% verdade. Você pode digitar seguro fiança simulação no Google e checar a uma pagina especializada em seguro aluguel, incluir os valores de aluguel , condomínio e IPTU e rapidamente ter uma estimativa do seguro fiança para estudantes ou para aposentados. Simples, rápido e sem precisar procurar documentos.

Não compramos seguro fiança todo dia, igual a gente come feijão com arroz.

Olha a trabalheira que vai ter um empresário que quer contratar um seguro fiança. Ele vai ter que encontrar balanço da empresa, cópia de estatuto, atas, separar documentos dos sócios, e mais um monte de outras coisas.

É claro que se você é um executivo de uma grande empresa, então terá alguém para fazer isso para você. Mas certamente, nesse caso, você sequer se envolveria na contratação de um seguro fiança, exceto se fosse para um grande empreendimento.

Agora, pensa bem: por que não ter uma idéia de quanto custa o seguro fiança antes de todo esse aborrecimento? É fácil, basta simular o seguro fiança em um site confiável e de reputação na internet. Online.

E depois decidir se vai em frente com a contratação ou não.

Por último: cuidado com quem recebe os seus dados financeiros.

É verdade. E isso precisa ser comentado de forma clara.

Pois precisamos ter uma relação transparente com o mercado e com nossos parceiros e clientes.

É muito complicado hoje em dia você enviar sua declaração de imposto de renda para qualquer empresa. É preciso muita cautela para fazer isso. Pois a segurança da gente e de nossa família vem sempre em primeiro lugar.

Portanto, se é possível simular o seguro fiança antes de enviar a documentação, por que não fazer isso? Novamente, você pode ter uma ´dia de preço e de toda a documentação necessária, para se for o caso, somente em seguida fazer contato com o corretor de seguros especializado em seguro fiança.

Fiança locatícia é a melhor alternativa para quem não tem fiador

Nesse artigo, você pode entender toda a documentação do seguro fiança locatícia. E mais ainda, pode perceber o porque de serem solicitados tantos documentos.

Também falamos sobre a importante de simular o seguro fiança antes de dar o primeiro passo na cotação. Simplesmente por que fazer um simulação do seguro fiança é fácil, rápido e traz segurança para você e sua família.

Finalizando, procure sempre utilizar os marketplaces online de seguro fiança locatícia. E verifique se estão associados a um corretor de seguros ou a um grupo de corretores. Pois os marketplaces costumam ter um processo diligente para selecionar parceiros e trazer ainda amais segurança para quem precisa alugar um imóvel sem fiador.