Como Funciona o Seguro Fiança? A maioria de nossos clientes tem muitas dúvidas sobre o seguro fiança aluguel. E sem a explicação de um especialista em seguro fiança, acabam gastando mais. Pois ao abrir mão do seguro fiança, ficam presos a imobiliárias que, muitas vezes, cobram uma taxa inicial e ainda um percentual mensal durante todo o contrato.

Veja em nosso artigo abaixo dezesseis respostas sobre como você rapidamente pode tirar todas suas dúvidas. E assim, poderá entender como funciona o seguro fiança e tomar a melhor decisão para contratar.

1) Como funciona o seguro aluguel para dispensar a figura do fiador?

Ao contratar o seguro aluguel, seja para residências ou lojas e escritórios, você não precisa de fiador. Na realidade, ao contratar o seguro fiança, a seguradora para a ser fiadora do seu contrato de locação, exercendo o papel de fiador.

Há um ponto importante que deve ser ressaltando sobre como funciona o seguro fiança. A seguradora não passa a ser somente a fiadora. Ou seja, ela não vai apenas honrar o pagamento do aluguel ao proprietário, em caso de não pagamento pelo inquilino. Pois ela também vai cobrar o ressarcimento das obrigações não cumpridas pelo inquilino.

2) Como funciona o seguro fiador para o inquilino

Em geral, o locatário encontra um imóvel para alugar e depois ainda tem que procurar o fiador. Mas com o seguro fiança aluguel, ele pode conseguir resolver a locação em média em 48 horas. Algumas corretoras especializadas em seguro fiança prometem resolver tudo em menos de 24 horas, e na maioria dos casos, até no mesmo dia.

O seguro fiança traz muito mais agilidade ao processo de locação.

Uma das desvantagens do seguro fiança é que ele ainda é um produto considerado caro. Pois na maioria das corretores de seguro, o valor anual do seguro fiança chega a quase o dobro dos gastos mensais com aluguel, condomínio e IPTU. Contudo, algumas empresas especializadas em seguro fiança locatícia buscaram condições diferenciadas de preço com as melhores seguradoras do país, e, assim conseguem ter o melhor preço do seguro fiança para residências ou lojas e escritórios.

3) Como funciona o seguro fiança para o proprietário

No lado do proprietário, as vantagens do seguro aluguel são ainda maiores. Os donos de casas, apartamentos, lojas e escritórios passaram a vida inteira gastando uma boa parcela de seus proventos a imobiliárias. Pois as imobiliárias tratam de todas essas questões burocráticas da locação, tais como análise do fiador e contratos de locação.

Contudo, hoje em dia, você pode ter acesso facilmente a modelos de contratos de locação na internet. Além disso, pode utilizar a figura do seguro fiança aluguel. Assim, você não corre o risco de ficar sem receber o aluguel, condomínio e IPTU.

É importante entender como funciona o seguro aluguel fiador, pois ele reduz os custos dos proprietários com imobiliárias.

Outro ponto importante é que o seguro fiança agiliza a negociação. Pois conseguir alguém para ser fiador é uma etapa bastante difícil da locação do imóvel. É preciso conversar com o parente ou amigo para ver se ele aceita ser fiador. Em seguida, a pessoa terá que conseguir uma série de documentos. E ainda preencher uma ficha. Esse processo todo, além de ser demorado, é bastante desgastante.

É muito difícil conseguir um fiador de aluguel.

4) Dispense a imobiliária sem perder a segurança na locação

Esse ponto é uma grande vantagem do seguro fiança para os proprietários. Uma imobiliária, em geral, costuma cobrar uma série de valores para fazer a intermediação da venda.

Por exemplo, antes da locação, as imobiliárias cobram despesas com anúncios e um valor mensal para cobrir as visitas para mostrar o apartamento aos interessados. Na hora de fechar o contrato, cobram o primeiro aluguel. E depois, cobram um percentual do aluguel, conodmínio e IPTU mensais, chegando em alguns casos a 10% desse total.

Para o proprietário, alugar um apartamento através de uma imobiliária pode ser um péssimo negócio.

Anunciar um apartamento para alugar, hoje em dia, é uma tarefa bem simples. Pode ser feito através de sites de classificados na internet, e de graça. Agora, conseguir fazer uma análise do fiador, para ver se o potencial inquilino é confiável ou se irá poder assumir as despesas de locação, já é uma atividade que exige uma maior cautela.

O seguro fiança locatícia dispensa o fiador.

Com isso, o proprietário pode alugar seu imóvel com toda segurança, sem riscos, e ainda economiza bastante.

5) Como funciona o seguro fiança e o cálculo do seu valor

O seguro fiança é um produto relativamente novo no mercado. Ou melhor, passou apenas recentemente a ser reconhecido como a melhor solução para quem não tem fiador de aluguel. Portanto, a precificação do seguro fiança pelas seguradoras tem evoluído bastante nos últimos anos.

Fatores para calcular o seguro fiador:

  • perfil financeiro do locatário ou inquilino, avaliado pela seguradora através de documentos e informações
  • valor do aluguel, condomínio e IPTU
  • coberturas contratadas no seguro fiança

Em geral, considerando as coberturas básicas aluguel, IPTU, condomínio, água, luz e gás, o valor do seguro fiança pode chegar a duas vezes o valor total das despesas com aluguel, condomínio e IPTU referentes a um mês. E através de sites especializados em seguro fiança, é possível simular o valor do seguro fiança para casas e apartamentos ou ainda simular o preço estimado do seguro fiador para escritórios e lojas comerciais .

7) Como funciona o seguro fiança caso o inquilino não pague o aluguel

Caso o inquilino não pague o aluguel, o proprietário do imóvel entra em contato com a seguradora, que irá ressarcir o proprietário. Assim, o dono do imóvel não tem perdas financeiras e garante seu fluxo de caixa. Em paralelo, a seguradora irá tratar da cobrança do valor do aluguel ao inquilino, bem como da desocupação do imóvel, se necessário.

O proprietário não fica sem receber o valor do condomínio, IPTU e do aluguel. A seguradora cobre esses valores, em caso de inadimplência.

8) Qual é a documentação necessária para contratar o seguro fiança?

O inquilino precisa apresentar à seguradora  alguns documentos para contratar seguro finança .

Os documentos para contratar o seguro fiança variam conforme o perfil do inquilino.

Por exemplo, caso o locatário seja funcionário de uma empresa contratado por CLT, deverá apresentar sua carteira de trabalho e contracheques dos últimos meses, diferentemente de um funcionário público. Contudo, alguns documentos sempre precisam ser encaminhados, tais como identidade e cpf.

9) Terei algum benefício adicional ao contratar o seguro fiança?

As seguradoras incorporam uma série de benefícios aos inquilinos ao contratar o seguro fiança. E a maioria desses benefícios são relacionados a assistência a problemas nas residências, tais como serviço de encanador, eletricista, conserto de máquina de lavar e fogão, dentre outros. Verifique o pacote de benefícios com o corretor de seguros ao contratar o seguro fiança.

10) O locatário recebe algum valor da seguradora ao final do contrato de aluguel?

A resposta é não. Nenhum produto de seguros oferece devolução do valor pago. Ou seja, ao contratar o seguro fiança, você está pagando a seguradora para ser sua fiadora. Isso é importante ficar bem claro. A seguradora assume o papel de fiadora.

Não há devolução do valor de seguro ao final do contrato.

Caso o inquilino não cumpra o compromisso do contrato de aluguel, a seguradora vai ressarcir o proprietário, mas vai cobrar do inquilino em seguida.

11) Qual a vigência do seguro fiança? Preciso pagar novamente o seguro depois da vigência?

A vigência do seguro fiador é geralmente de 12 meses, ou seja, compatível com o contrato de locação. Contudo, esse período pode ser negociado com a seguradora.

Ao final da vigência, o seguro poderá ser renovado. Em regra, as seguradoras não exigem nova análise dos documentos e renovam o seguro fiança por um valor menor do que o cobrado no primeiro período.

12) Se o inquilino precisar entregar do apartamento antes do fim do contrato, ele recebe algum valor de seguro fiança de volta?

Sim. Contudo, precisará cumprir o que for determinado no contrato de locação. Na maioria das vezes, o contrato de aluguel prevê multas e taxas caso seja descumprido dentro do período da vigência.

Além disso, o valor que o inquilino irá receber de volta será referente ao seguro aluguel fiador apenas dos meses que ainda faltam para completar a vigência, e podem ser descontadas certas taxas de administração ou comissão.

13) Se o meu nome estiver inscrito no SPC ou Serasa, isso me impede de contratar o seguro fiador?

Isso é verdade. Nenhuma seguradora aceita a contratação do seguro de fiança aluguel para pessoas ou empresas com o “nome sujo”. A lógica é que se a pessoa não tem tido facilidade para arcar com as despesas atuais, também terá dificuldade para pagar o aluguel e demais despesas com a locação.

14) Qual a diferença entre o seguro aluguel e um título de capitalização?

O seguro fiança e o título de capitalização são produtos totalmente diferentes. A principal diferença é que o título de capitalização é um produto onde o inquilino precisa pagar um valor muito maior, e que receberá uma parcela desse valor no futuro, ao final do contrato, caso não tenha pendências financeiras com a locação.

Já o seguro fiança, é mais barato e não há devolução de dinheiro ao final do contrato.

O seguro fiança é um produto mais completo. Isso por que inclui não somente a cobertura da inadimplência como também todo o serviço jurídico da seguradora, no caso do inquilino precisar ser retirado do imóvel.

15) Há alguns sites anunciando a figura do fiador profissional – Isso é o mesmo que o seguro fiança?

Sabemos que há empresas especializadas que oferecem a contratação de fiadores profissionais. Desaconselhamos essa prática pois na maioria dos casos envolve fraude e estelionato. Os fiadores contratados possuem imóveis a venda, e “alugam” o nome para ser fiador apresentando um patrimônio que logo será vendido. Além disso, uma mesma pessoa passa a ser fiadora de vários contratos de locação, o que aumenta o risco de não cobertura em caso de inadimplência.

Para deixar bem claro, reforçamos que desaconselhamos a contratação de serviços de empresas ou escritórios de advocacia que oferecem os serviços de fiadores profissionais. Em caso de constatação de fraude, os inquilinos são cúmplices e certamente serão considerados co-responsáveis.

16) Quem são as seguradores líderes de mercado em seguro de fiança locatícia? Posso contratar o seguro aluguel diretamente delas com preço menor?

As principais seguradoras do mercado de seguro fiança no Brasil são a Porto Seguro e a Pottencial Seguradora. Juntas, ambas detém mais de 90% do faturamento do mercado.

Quanto a forma de contratar, qualquer seguro deve ser sempre contratado através de um corretor de seguros habilitado na Susep. Caso esteja fazendo uma contratação através de um site especializado em seguro aluguel, verifique também se há um corretor de seguros que irá representar na contratação.